Caderno de viagem do documentário Valentin Adamovich V




Anotações sobre a viagem a Rosário do Sul, ma busca por informações sobre Adamovich.



Quinta feira, 10 de novembro de 2011, outro dia de viagem em busca de mais uma obra de nosso artista.
Saímos cedo e seguimos para Rosário do Sul em busca do monumento a Nossa Senhora de Fátima.  O tempo estava estranho, as nuvens tapavam o céu e o negro horizonte a nossa frente não parecia um bom sinal.

Ao chegarmos em Rosário do Sul avistamos ao longe o monumento da "Santinha". Na Secretaria de Turismo local nos indicaram a paróquia e que lá havia um livro que contava a história sua história  e do monumento. Seria este o documento que registraria a participação de Adamovich?

No livro dos 150 anos da paróquia ao relatar  a construção do monumento afirma que seu idealizador foi o Pe Serafim Dias Ferreira, com planta de um arquiteto italiano da serra gaúcha e tendo como construtores os  irmãos Severino e Arlindo Brondani.

Embora o nome de Adamovich não conste no livro, a história escrita nele sobre o acidente ocorrido no momento da instalação é idêntica àquela contada pela esposa de Adamovich e seu filho Alexandre em uma entrevista nos anos 80. Também o livro narra que a estátua foi levada de Santo Ângelo para Rosário do Sul.

Nas entrelinhas tudo se fecha, mas fica apenas a pergunta: Porque o nome de Valentin von Adamovich insiste em permanecer oculto?

0 comentários