Caderno de viagem do documentário Valentin Adamovich V - Marco Baptista

16 novembro 2011

Caderno de viagem do documentário Valentin Adamovich V

Viagem a Rosário do Sul.

Quinta feira, 10 de novembro de 2011, outro dia de viagem em busca de mais uma obra de nosso artista.
Saímos cedo e seguimos para Rosário do Sul em busca do monumento a Nossa Senhora de Fátima.  O tempo estava estranho, as nuvens tapavam o céu e o negro horizonte a nossa frente não parecia um bom sinal.
Ao chegarmos em Rosário do Sul avistamos ao longe o monumento da "Santinha". Na Secretaria de Turismo local nos indicaram a paróquia e que lá havia um livro que contava a história sua história  e do monumento. Seria este o documento que registraria a participação de Adamovich?
No livro dos 150 anos da paróquia ao relatar  a construção do monumento afirma que seu idealizador foi o Pe Serafim Dias Ferreira, com planta de um arquiteto italiano da serra gaúcha e tendo como construtores os  irmãos Severino e Arlindo Brondani.
Embora o nome de Adamovich não conste no livro, a história escrita nele sobre o acidente ocorrido no momento da instalação é idêntica àquela contada pela esposa de Adamovich e seu filho Alexandre em uma entrevista nos anos 80. Também o livro narra que a estátua foi levada de Santo Ângelo para Rosário do Sul.
Nas entrelinhas tudo se fecha, mas fica apenas a pergunta: Porque o nome de Valentin von Adamovich insiste em permanecer oculto?

Atualizações do Instagram