Pêlos para pincéis - Marco Baptista

06 novembro 2007

Pêlos para pincéis

KOLINSKY (Kolinsky Sable)
São pelos de Marta Kolinsky, pequenos animais silvestres encontrados em países de clima frio como a Sibéria e o Norte da Manchúria. Os pelos são retirados de suas caudas e possuem pontas longas, finíssimas, além de grande suavidade e resistência. O preço destes pelos, por grama, costumam ser mais altos que os preços do ouro, e variam de acordo com seu comprimento. Os pelos “curtos” tem aproximadamente 25mm, e os pelos “longos” 50mm (que chegam a custar até 6 vezes mais!). São considerados os pêlos mais raros e valiosos do mundo! Portanto os melhores…
MARTA VERMELHA (Red Sable)
São também pequenos animais encontrados em regiões de clima temperado. A mais comum e utilizada é a Marta Vermelha, mas há variações de Marta, a Doninha (Weasel), a Coreana (Korean) e a Chinesa (Chinese). De suas caudas são extraídos pêlos suaves de cor avermelhada com pontas muito finas e de grande elasticidade (porém são pelos mais curtos que os Kolinsky). São também pêlos valiosos.

MARTA RUSSA (Fitch)
Outra variação de Marta, a Iltis. Este nome descreve qualidades de pelos de Marta Russa, com uma capacidade de absorção de tinta muito boa, permitindo agrupar os pelos com excelente alinhamento. Normalmente usados na fabricação de pincéis artísticos e para decoração.

IMITAÇÃO DE MARTA (Sabeline)
São pêlos de orelha de boi, selecionados e tratados, tingidos na cor dos pelos de marta. São finos e resistentes.

TEXUGO (Badger)
Pelo bicolor (preto e cinza ou preto e bege) com formato cônico, sendo fino na base próximo a virola e mais bojudo nas pontas. O pelo de Texugo é mais usado em pincéis tipo “leque” ou pincéis “suavizadores” para pinturas especiais.

MANGUSTO (Mongoose)
Os pêlos de Mangusto, um mamífero natural da Índia, oferecem as condições fundamentais para a confecção de pincéis artísticos com boa elasticidade e grande capacidade de retenção da tinta.

ESQUILO (Squirrel ou Petit-Gris)
São pêlos extraídos das caudas de esquilo. A cor, o nome e a qualidade dos pelos variam de acordo com o tipo de esquilo e quão fria é a região em que vive: Kazan (ou Marrom), Saccamina (ou Azul), Canadian (ou Dourado), Talahutky e o Cinza. Pêlos extra-suaves com pontas muito finas. Ideais para Aquarela.

ORELHA DE BOI (Ox-ear)
Pêlos provenientes de diversas raças de boi. Finos e resistentes.

CAMELO (Camel)
É a denominação tradicional, utilizada pela indústria de pincéis no mundo todo, para identificar os pelos suaves de Camelo (Camel).

PÔNEI (Pony)
Similar ao pelo de Camelo. São geralmente usados na fabricação de pincéis “escolares”.

CABRA (Goat)
Os pelos de Cabra (pretos e brancos) são muito usados na fabricação de pincéis mais baratos e pincéis para maquiagem.

CERDA DE PORCO (Hog Bristle)
As cerdas retiradas de porco são fortes, duráveis e flexíveis. Indicadas para tintas espessas como óleo e acrílica. Somente as cerdas de porco têm a terminação de cada fio subdividida em duas ou três pontas, característica que facilita a retenção de tinta no pincel.

CERDA CHINESA (Chinese White Bristle)
Idem às cerdas de porco acima, porém de animais provenientes da China, onde as condições do clima e a idade do abate dos animais fazem com que seus pelos sejam mais longos, sedosos e de melhor qualidade que os de porco tradicional. Normalmente são fervidas por duas horas e recebem um tratamento especial de branqueamento.

FILAMENTOS SINTÉTICO (Synthetic Filaments)
Geralmente são pelos fabricados a partir fibras sintéticas como o Nylon, a Poliamida e o Poliéster com filamentos finíssimos (0,10mm a 0,07mm). Eles existem em diversas cores e tonalidades (branco, marrom escuro, marrom claro, dourado, laranja e preto) Possuem características próprias podendo ser finos ou grossos, completamente lisos ou um tanto ásperos. Com pontas cônicas, elásticas e com maior resistência que os pelos de animais.

Atualizações do Instagram